Inscrição no Cadastro Único – Saiba o que é necessário

Publicidade

Se você já ouviu falar no Cadastro Único mas não sabe dos detalhes para fazer sua inscrição, saiba que está no artigo certo! Muitas pessoas deixam de receber diversos benefícios por falta de informações sobre eles.

É comum passar muito tempo no celular e esquecer de pesquisar esse tipo de informação por causa das distrações diárias. Porém o CadÚnico é um programa que você deve conhecer.

Publicidade

Isso porque ele permite a inscrição em outros programas que podem beneficiar tanto você quanto toda a sua família, do mais jovem ao mais velho. Se você quer saber mais sobre o CadÚnico acompanhe o artigo a seguir e fique mais informado.

Cadastro Único
Cadastro Único (imagem retirada do Google)

O que é o Cadastro Único?

Diversas famílias de baixa renda passam dificuldades no final do mês por diversos motivos, geralmente o desemprego. Isso dificulta o acesso a vários serviços que são essenciais para uma boa qualidade de vida.

O programa Cadastro Único (CadÚnico) é uma forma de registro que o governo utiliza para conhecer mais as famílias de baixa renda do país. Quem criou o programa foi o Governo Federal, mas quem opera e atualiza as informações são as prefeituras.

Ao ter seu cadastro atualizado no CadÚnico, é possível tentar a inscrição de diversos outros programas sociais. Todos tem seus critérios, porém o primeiro é sempre ter o CadÚnico.

Programas que utilizam o CadÚnico

A vantagem principal do Cadastro Único, é que é através dele que se torna possível se cadastrar em outros programas sociais. Esses programas podem ser uma ótima ajuda.

Publicidade

Veja agora alguns dos programas que utilizam o CadÚnico:

Programa Auxilio Brasil (antigo Bolsa Família)

Substituto do Bolsa Família desde novembro de 2021, o Auxilio Brasil ​é um programa de transferência de renda, para famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. 

O Programa é gerenciado pelo Ministério da Cidadania e a Caixa Econômica é a responsável por realizar o pagamento para as famílias selecionadas pelo Ministério da Cidadania.

Programa Tarifa Social de Energia Elétrica

A Tarifa Social de Energia Elétrica foi criada em 2002, através dela são concedidos descontos para consumidores que estão enquadrados na Subclasse residencial baixa renda.

Esses beneficiados ganham a isenção da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) e da  PROINFA (Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica).

ID Jovem

Identidade Jovem é o documento que possibilita acesso aos benefícios de meia-entrada a jovens brasileiros entre 15 e 29 anos.

Através dele você tem acesso a eventos artísticos, culturais, esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto nas viagens entre diferentes Estados do Brasil.

Quem pode se inscrever?

Se você não tem certeza se está ou não cadastrado, pode verificar no site meucadunico ou através do aplicativo. 

Sua família pode se inscrever no Cadastro Único se:

  • Ela possuir renda mensal por pessoa de até meio salário R$ 522,50;
  • Caso a renda mensal familiar for de até três salários R$ 3.135,00; 
  • Se a renda for acima dos valores já citados, mas que estejam ligadas a um benefício que utilize o CadÚnico;
  • Se você for uma pessoa ou família em situação de rua; 
  • Uma pessoa que mesmo não estando nas situações apresentadas, precise fazer o cadastro para receber um serviço que solicite isso.

Passo a passo para se inscrever no programa

Se você ficou interessado e quer se inscrever no programa é importante saber que não é possível fazer isso através da internet. 

É necessário ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade para se inscrever, geralmente o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou procurar a Prefeitura. 

Veja a seguir algumas coisas que você deve saber para fazer sua inscrição no Cadastro Único:

  • Não é necessário que toda a família compareça no local. É preciso apenas que a pessoa seja maior de 16 anos;
  • A pessoa que apresentar os documentos na entrevista será chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) no CadÚnico;
  • O RF deve apresentar pelo menos o CPF ou Título de Eleitor de cada membro da família.

No caso da falta de algum documento, é obrigação da prefeitura fazer o cadastro. Porém, o seu cadastro ficará incompleto e assim não poderá tentar os outros programas sociais. Por isso apresente os outros documentos o mais rápido possível.

Documentos que não são obrigatórios, mas que ajudam no processo:

  • Comprovante de endereço, como conta de luz;
  • Comprovante de matrícula escolar dos jovens até 17 anos. Se não tiver comprovante, leve o nome da escola de cada criança ou jovem;
  • Carteira de Trabalho.

Aplicativo Meu CadÚnico

Se você já está cadastrado ou tem interesse no Cadastro Único e quer saber mais sobre ele, é só baixar o aplicativo MeuCadUnico através da App Store ou Play Store. Com ele é possível:

  • Emitir comprovante de cadastramento;
  • Conhecer o NIS de cada integrante da família;
  • Conferir se há alguma pendência no cadastramento;
  • Conhecer outros programas sociais do Ministério do Desenvolvimento Social;

Conheça outros artigos do site Decorama. Aqui você conhece apps para organizar suas metas de 2022, apps gratuitos para iPhone, apps para melhorar suas fotos e muito mais.

Publicidade