Minha casa minha vida – Cadastramento grátis

Publicidade

Ter uma residência é algo bastante difícil para a maioria das famílias de baixa renda. Com o minha casa minha vida, você ganha mais facilidades na hora de fazer isso. Ter um imóvel exige bastante paciência, planejamento e dinheiro, além de um pouco de sorte.

Isso porque é necessário lidar com bastante burocracia, além disso as condições de pagamentos podem acabar cobrando juros altíssimos dependendo de qual empresa você escolher. Isso leva muitos brasileiros a não procurarem residências ou desistirem logo no início.

Publicidade

Porém com o programa do governo centenas de famílias conseguem financiar a casa própria com condições mais atraentes para o bolso. Se você quer saber mais detalhes, acompanhe o artigo a seguir!

minha casa minha vida
minha casa minha vida (imagem retirada do Google)

Como funciona o Minha casa minha vida?

O Minha casa minha vida é uma iniciativa do Governo que disponibiliza diversas condições mais razoáveis para financiar imóveis. Essas moradias são para famílias com renda familiar bruta de até R$7.000,00 por mês. 

O programa possui parceria com diversos estados e vem transformando a vida de milhares de famílias brasileiras. É uma ótima chance para as famílias de baixa renda e também contribui para o desenvolvimento do país.

É importante lembrar que desde agosto de 2020, as operações de financiamento contratadas com recursos do FGTS integram o Programa Casa Verde e Amarela, de acordo com a Lei nº 14.118/2021.

Quais as principais vantagens do programa?

O Minha casa minha vida é o programa ideal para famílias que não possuem renda para fazer uso de financiamentos expressivos. O programa visa com que seja mais fácil para você e sua família arcarem com os pagamentos e assim terem a residência própria.

Publicidade

Veja a seguir alguns das principais vantagens desta iniciativa:

  • Você possui condições de financiamento diferenciadas de acordo com a sua faixa de renda. Pode aproveitar descontos e taxas de acordo com a renda da sua família e localização do imóvel;
  • Consegue financiar a compra de imóvel novo ou ainda a construção e reforma de moradias em área urbana, o que pode ser muito importante para o futuro da família;
  • Tem locais de atendimento específicos, tudo depende de cada tipo de financiamento;
  • Utiliza o programa Caixa de Olho na Qualidade que faz a mediação e facilita a relação entre as construtoras e os clientes, para auxiliar em situações onde o imóvel tenha vícios de construção.

Quem pode participar do Minha casa minha vida?

Muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre a aderência desse tipo de programa. Nesta modalidade do Minha casa minha vida, que é direcionada para a moradia urbana, podem participar os seguintes grupos familiares:

  • Famílias cuja renda seja de até R$1.800,00:

Onde você conta com um financiamento de até 120 meses, e prestações que podem variar de 80,00 a 270,00 reais dependendo da renda familiar. A garantia do financiamento é o imóvel que será adquirido. Dessa forma, é muito mais fácil realizar o sonho de ter a casa própria.

  • Famílias onde a renda seja de até R$7.000,00:

Para famílias com esta renda bruta, operações com recursos do FGTS agora fazem parte do Programa Casa Verde Amarela, que oferece taxas de juros diferenciadas em relação ao mercado. Assim você tem mais formas para conquistar sua casa própria.

Como contratar essa iniciativa do governo federal?

Se você tem interesse no programa, é importante saber como começar. Confira a seguir o que deve ser feito para participar do Minha casa minha vida para moradias urbanas. Caso sua família tenha renda de até R$1.800,00 é necessário fazer a inscrição na prefeitura da sua cidade ou em uma entidade para iniciar o processo de seleção.

Já nas famílias com renda mensal até R$7.000,00​​, além de poder contratar através de uma entidade, também é possível contratar individualmente, para isso basta fazer a simulação no site, para saber quanto você poderá investir.

Depois disso a Caixa avalia seu cadastro. As famílias que são selecionadas pelas prefeituras e validadas pela Caixa são informadas sobre o dia do sorteio das unidades e o dia para assinar o contrato de compra e venda da residência.


Se você optou por atendimento direto em uma agência física, a Caixa recebe e analisa seus documentos e a documentação da casa que você escolheu e apresenta as melhores condições de financiamento. Depois da aprovação e validação do cadastro você assina o contrato de financiamento.

Considerações sobre o Minha casa minha vida

Ter um imóvel próprio pode demorar muitos anos e te proporcionar várias dívidas caso você tenha problemas financeiros ou escolha um financiamento maior do que pode arcar. Por isso, o Minha casa minha vida foi criado, para facilitar a forma de pagar sua casa própria.

Para mais posts como este visite a categoria de Aplicativos do Decorama.

Você acessa um aplicativo para se organizar financeiramente, app de delivery, Podcasts da Google, aprende sobre tratamento odontológico gratuito, encontra informações do empréstimo consignado pelo Auxilio Brasil, e muito mais. Assim você se informa e baixa os melhores apps.

Publicidade